HOME Serviços LOJA ENCOP ORÇAMENTO Empresa
HOME
Serviços
LOJA ENCOP
ORÇAMENTO
Empresa
Pragas
ARANHAS
BARATAS
CUPINS
ESCORPIÕES
FORMIGAS
MORCEGOS
MOSCAS
PULGAS
TRAÇAS
RATOS
PRAGAS DE JARDIM
Tire sua Dúvida
Equipamentos
Inseticidas
Métodos
Contato

Métodos, tipos de aplicação, 
para o Controle de Pragas

 

Pulverização

Consiste aplicar caldas inseticidas através de equipamentos de pressão com bombeamento constante ou pressurizado, que promovem o fracionamento do líquido em gotas que variam de tamanho em micrometros, de dezenas até centenas, na dependência da unidade geradora. Este processo é basicamente utilizado no combate a insetos rasteiros para aplicação em frestas e cavidades. É um processo importante quando estamos desinsetizando baratas.
Na correta utilização de pulverizadores, alguns pontos deverão ser observados: pressão, caminhamento, tipo de bico e distância entre o bico e á superfície tratada.
A pressão influencia diretamente no tamanho da gota, por sua vez, no período residual da molécula, por manter maior ou menor volume de princípio ativo, quando mantida constante a velocidade de aplicação.
Cuidados com o não escorrimento da calda, ocasionado pelo excesso de produto aplicado e a manutenção de passos na ordem de 40 m por minuto são fatores básicos para uma boa aplicação, porque velocidades altas causariam subdosagens e baixa eficiência, e velocidades baixas representam altas dosagens e consequentemente aumento residual.
A distância correta entre o bico e a superfície a ser aplicada pode variar entre 60 cm e 1m, sendo determinada pelo tipo de bico utilizado. Os bicos leques são mais comuns e são recomendados para pulverização de superfície.
A pulverização não deve ser utilizada em equipamentos elétricos e fiações com risco de danos e ou, curtos-circuitos.

Pincelamento
Esse processo permite a aplicação localizada de calda inseticida, proporcionando o contato imediato do agente com a superfície, sem gerar fracionamento da calda e assim reduzindo ao mínimo a suspensão do produto no ambiente. Essa aplicação é realizada utilizando-se vassouras de pêlo, pincéis, trinchas, brochas.

Iscagem
Aplicação de gel ou iscas atrativas, colantes em pontos isolados ou estratégicos, de passagem ou esconderijo de pragas em geral. A iscagem ´pode ser feita contra insetos e roedores. A iscagem serve para identificar e controlar a praga infestante.

Aplicação de gel
É a aplicação de gel em pequenas gotas. Esse tipo de aplicação é muito utilizado em áreas de UTI (hospitais), áreas alimentícias em que as pessoas não possam desocupar, supermercados etc. Existem vantagens da utilização do gel nas áreas descritas, em relação aos produtos líquidos. As principais vantagens são: não é necessário desocupar o local para controlar as pragas, não existe risco de contato entre as pessoas e o produto utilizado. O produto age logo após o início da aplicação, em até sete dias toda a colônia de baratas foi atingida com o produto. Os produtos em forma de gel são recomendados para controle de Blatella germanica.

Colocação de isca adesiva
Fundamenta-se na colocação de iscas adesivas em pontos estratégicos para controle de pragas. As iscas adesivas servem para prender um determinado tipo de praga. Geralmente, são utilizadas para insetos voadores, baratas e ratos. Além do controle das pragas, servem para monitorar a espécie infestante e o nível de infestação. Geralmente, são colocadas em possíveis pontos estratégicos ou próximos aos focos, embaixo de geladeiras, atrás de armários etc.

Polvilhamento
Consiste na aplicação de pós secos através de polvilhadeiras, ou da própria embalagem do inseticida para controlar a praga, devendo ser realizada ao abrigo de correntes de vento. A polvilhação nada mais é do que cobrir salpicar de pó com polvilhadeira. O pó aplicado percorre quase toda a área interna do local tratado, eliminando as pragas existentes e deixando bastante produto fixado nas superfícies internas, fato que possibilita um bom e longo efeito residual. Essa aplicação é muito utilizada para tratamento contra baratas em motores elétricos, rede de esgoto, embaixo de pias em refeitórios industriais e residências e contra cupins em redes elétricas, de telefonia e caixões perdidos, entre outras aplicações.
Atomização ou nebulização
Consiste, como método de controle de pragas, na aplicação de calda inseticida ou desinfestantes e, ou antí-sépticos, através de aparelho atomizador que promove o fracionamento das gotas em finas partículas, que permanecem por período variável em suspensão no ambiente. A atomização apresenta algumas vantagens distintas em relação aos demais métodos de aplicação de produtos líquidos para controle de pragas, como: pelo fracionamento da gota e a pressão que o equipamento proporciona, pode-se alcançar locais de difícil acesso; alguns equipamentos possuem pressão suficientes para aplicar o produto a uma distância de até 25 metros. Essa performance possibilita o tratamento e aplicação em árvores, paredes de fábricas, rede de esgoto etc. Em função do fracionamento das gotas, existe uma economia do produto e pode-se fazer a aplicação em grandes áreas, sem utilizar grandes quantidades de produto.

Termonebulização
É a aplicação térmica de calda inseticida, onde os diluentes utilizados são substâncias oleosas. As finíssimas partículas formam densas nuvens com inseticidas em suspensão. Esta aplicação não oferece nenhuma ação residual.

Barreira química
Baseia-se na aplicação no solo de calda cupinicida para evitar ou controlar que cupins de outra área infestem o local tratado. Para essa técnica, são utilizados vários equipamentos: trado, furadeira, funil, pulverizador elétrico ou à gasolina, ferrametas etc.

Lembre-se o controle de pragas (dedetização) só pode ser feito por profissional treinado e legalizado. É vedada a prática doméstica e o uso de funcionários pelo empregador para realizar o auto-serviço de controle de pragas (dedetização). Os produtos são de uso profissional e com registro no Ministério da Saúde para essa finalidade.

HOME | Serviços | LOJA ENCOP | ORÇAMENTO | Empresa
Site Map